quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Cigano Hiago





Por Fernando Coelho e Sandrini

Queridos lobonaltas, apresentamos hoje em nossa matéria o cigano Hiago. Pouco se sabe sobre sua vida aqui na Terra, sabemos apenas que fez sua passagem com 21 anos e por isso aparece sempre como um jovem cigano. Gosta muito da planta "gálbano", que é da família do funcho e tem um aroma muito agradável. Diz o cigano, que esse perfume estimula a confiança, a harmonia, a paciência e favorece a cura. Hiago esclarece que o gálbano é indispensável na iniciação espiritual e no conhecimento do interior.

Quando Hiago aparece em trabalhos de magia, traz na mão uma pedra de granada ou jaspe sanguíneo. Aprecia muito frutas, vinhos e licores variados.

Costuma ser um otimo conselheiro, pois sempre descobre verdades sendo um grande aliado para descobrir falsos amigos. Também é especialista em trabalhos de cura podendo sempre ser chamado para auxilio nessa area. Por ser um cigano líder ajuda muita as pessoas que precisam comandar grupos.

Ao se trabalhar com esse cigano algumas sensações serão comuns, tais como: sensibilidade para musica em especial as de violino, é comum também se sentir forte e seguro de si, pois é isso que este cigano traz.
Ele tem uma reza que é o poder da sua cura:



Kseroi ni pesi naisi
Knerela esi te nori
Kdiseni
Ksi ai le delerai oi
Bel-Karrano.


Tradução:

A paz para o seu espírito, a saúde,
a harmonia têm de vir de dentro de você.
Deus céu




Ritual de abertura de caminhos com o cigano Hiago

Ingredientes:

7 pedaços de pano, cada um de uma cor (exceto preto)
7 punhados de aipim cru ralado
7 damascos
7 tâmaras
7 morangos
7 cerejas
7 moedas atuais
7 velas nas mesmas cores dos panos
7 punhados de açúcar cristal



Modo de Fazer:

Faça essa oferenda na Lua Crescente. Procure um lugar que tenha sete caminhos ou ruas não asfaltadas (não é para fazer a oferenda na encruzilhada). Em cada um dos sete caminhos faça o seguinte: Escolha um dos pedaços de pano (a cor fica ao seu critério). Passe-o no corpo e coloque no chão. Passe no corpo simbolicamente um punhado de aipim misturado com açúcar cristal e coloque-o sobre o pano. Passe no corpo um damasco e coloque-o sobre o aipim. Faça o mesmo com uma tâmara, um morango, uma cereja e uma moeda. Passe no corpo a vela da cor do pano e acenda-a junto da oferenda, pedindo ao cigano Hiago a abertura dos seus caminhos.

Repita o mesmo ritual até completar os sete caminhos. No último, diga as seguintes palavras: “Cigano Hiago, vós que fostes o guardião que abria os caminhos para os ciganos passarem, peço que abrais meus caminhos para que eu possa conseguir meu ideal.”





Nenhum comentário:

Postar um comentário