quarta-feira, 20 de junho de 2012

Cigana Madalena


Por Fernando Coelho e Sandrini

Queridos lobos, hoje vamos falar da cigana Madalena a pedido no nosso lobonalta Lucas. Não confunda a cigana Madalena com a cigana Sandra Rosa Madalena, pois elas são diferentes.
 Madalena costuma aparecer como uma mulher de quarenta anossempre bela e bem humorada. Costuma usar rosas no cabelocastanho e suavemente ondulado, com o comprimento até a altura dos ombros. Usa brincos dourados e vestido carmim com detalhes na cor do ouro.
 Quando encarnada, foi uma mulher alegre, de muita força e fé na vida. Jamais deixava a tristeza abater quem quer que fosse, tinha sempre uma palavra de ânimo e consolo para seu grupo. Era a conselheira da caravana, e todos iam a sua procura. Gostava de dançar, e sentia imensamente cada emoção humana, ninguém que a viu dançar conseguiu esquecer sua dança. Quando precisava também sabia chamar a atenção, mas sempre de forma positiva.
 Esta cigana não costuma pedir oferendas, pois sua atuação é mais em consultas com seus baralhos, pedindo sempre que seus consulentes façam suas orações a Santa Sara Kali.



Ela era assim lembrada pelo seu povo:

“Como mãe, amiga e mulher.
Vem cigana Madalena
com safiras no olhar
tua saia azul esvoaça
vem me ensinar a dançar.
Quando danças teu véu esconde
um misterioso enigma,
de quem muito já viveu
aprendendo com a vida.

Sois um misto de tudo,
mãe, amiga e mulher,
tens a ironia divertida
de quem sabe o que quer.

Sois dona de um perfume,
raro, suave e sedutor,
perfume que a tudo encanta,
o teu nome é AMOR.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário