terça-feira, 5 de maio de 2015

Experiências com Uriel.

Por Fernando Coelho

Por vezes nos praticantes de magia gostamos de experimentar feitiços para ver os resultados, sempre tem os que dão certo e aqueles que valem a pena procurar saber o porquê não funcionou.  Ano passado fiz um simples feitiço com o anjo Uriel, sei que suas soluções aparecem como tempestade e seus efeitos são rápidos trazendo sempre mudanças radicais. Guardei essa magia até um dia de desespero, pois não se deve invocar Uriel à toa. O desespero chegou quando meu trabalho parecia um fardo, tinha perdido um ótimo companheiro de trabalho e me frustrado ainda mais com meu superior. Desejando que meu emprego desse uma melhora tanto financeira, com um pouco mais de paz e tempo para os estudos, acendi uma vela marrom de sete dias ao anjo Uriel fiz uma prece e pedindo o que almejava, algumas semanas se passaram até que vi o resultado dessa magia, fui demitido! Nesses dias desempregado olhava para o céu falando frases do tipo: “Ei, não foi isso que pedi”, “Meu pedido veio errado”, “Tem como trocar o resultado?”. Essas frases se calaram depois que arrumei emprego.
 Nesse trabalho conheci Viviane, uma pessoa abençoada que a magia empurrou no meu caminho. Tivemos variadas conversas, e em alguma dela falamos de livros, o que me levou emprestar dois livros a ela “Lua das fadas” e “Alcatéia prateada”, e o mundo mágico se abriu diante de seu nariz. Ela começou a estudar magia e se tornou minha nova companheira de magia. Contei a ela sobre o feitiço, acho que por ela ser um pouco biruta como eu, acabou fazendo o mesmo, também desejando uma melhora financeira e o resultado não mudou muito sendo demitida sem motivo. Algum tempo depois ela arrumou outro emprego onde ganha um pouco a mais, e acredito que trabalhe um pouco menos.
  Desejei compartilhar com você este feitiço e a experiência minha e da minha amiga. Espero que na hora do desespero se você não tiver medo de mudanças lembre-se desse anjo que realiza milagres radicais. E mande deixe um comentário aqui no Alcateia, dividindo sua experiência com outros lobos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário