sexta-feira, 10 de junho de 2011

PIRATAS DO CARIBE IV - Apesar do toque latino, faltou tempero...

por Eddie Van Feu

Todos que me conhecem sabem que tenhon duas franquias do coração: Transformers e Piratas do Caribe. O último filme do Transformers só agradou quem realmente o amava, pois tinha muitas falhas. Ainda assim, foi uma boa viagem. Piratas do Caribe teve falhas no seu terceiro filme, falhas facinhas de se ajeitar, mas rolou uma preguiça e foi assim mesmo. Ainda assim, valeu o ingresso. Já o quarto filme, que poderia ser o primeiro, decepciona um pouquinho. Não decepcionaria se fosse o primeiro. Mas é o quarto.
Num resumo da ópera, os coadjuvantes são fracos, as tramas são tolas, os diálogos não são marcantes, há total falta de efeitos especiais, o 3D não é justificável e tudo parece frouxo. O filme parece, na verdade, uma fraca imitação de si mesmo. E é!

Esse barco tá fazendo água???


Jack Sparrow perdeu o ar imprevisível para se tornar um mocinho previsível. Penélope Cruz vacila entre a super esperteza e a burrice completa. E há poucos motivos para rir no filme.
Uma pena ter faltado carisma e humor, mas ainda assim é um filme legal. Como disse, se você o estivesse vendo pela primeira vez, gostaria muito. O problema é que os filmes anteriores estabeleceram um patamar alto e é difícil alcançá-lo sem um equipe à altura. E Johnny Depp é bom, mas não tão bom, a menos que ele comece a escrever também!
O filme termina com um gancho para o próximo que pode resgatar ao menos a tripulação do Pérola Negra para novos filmes e, se contratarem roteiristas decentes, talvez possamos nos empolgar de novo.
E o trailer do novo Trasnformers fez o cinema ficar em silêncio. Caramba! O que é aquilo?! E Renato finalmente me fez compreender o que faltou em Thor. Sim... As batalhas de Thor parecem O Rapto das Abrobrinhas perto do trailler dos Transformers. Mas acho que tem coisa que só o Michae Bay consegue. Vamos aguardar e ver se lembraram de contratar roteiristas.

A melhor sequência do filme está por conta das sereias.


Nenhum comentário:

Postar um comentário