quarta-feira, 24 de outubro de 2018

DANÇANDO COM DRAGÕES


A dança e a música estão ligadas a todas as formas de rituais. Dragões são especialmente atraídos por música e dança e um ritual com esses dois elementos pode ter um efeito surpreendente. Pra começar, acenda uma vela dourada e uma prateada. Acenda também um incenso de sua preferência e coloque uma roupa bonita e confortável. Escolha uma música que toque seu coração, que faça sua alma dançar também. Há muitas músicas assim, desde as clássicas até as modernas, passando pelas baladas e indo até o rock’n roll. Experimente. Apenas lembre-se de que você vai atrair um dragão com a sintonia da música. Então, se escolher uma música muito forte que desperte sua natureza guerreira, esteja preparado para dançar com dragões guerreiros.

Antes de começar a dançar, diminua as luzes e faça a invocação:

Tiamat, amada dragonesa,
Permita que eu possa com seus dragões conectar.
Dragões, eu saúdo sua sabedoria e beleza,
E os convido para comigo dançar,
Se eu for merecedor(a) da sua amizade,
Procurarei meu espírito sempre melhorar,
Até transformar meu mundo e o seu na mais bela realidade.
Que assim se cumpra em luz e graça,
Que assim seja, assim se faça.


Então, respire profundamente e feche os olhos. Respire profundamente três vezes, ouvindo a música. Comece a mexer a cabeça, os braços, a acompanhar a música. Conecte-se com o que está acontecendo, retire da mente tudo o que não tiver a ver com o que você está fazendo. Permita-se dançar e “sinta” os dragões a sua volta. Quando terminar, agradeça a todos os dragões por terem participado e à Tiamat por ter permitido esse contato.

É muito raro que dragões se permitam ver e sentir logo de primeira. Eles costumam ser muito observadores e gostam de primeiro conhecer bem quem os está chamando. É bem possível que depois de um primeiro ritual, você se sinta observado. Eles procurarão conhecer você melhor para saber se querem sua amizade e se você merece a deles.

Extraído do livro Magia dos Dragões, de Eddie Van Feu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário