quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

12 SUPERSTIÇÕES QUE PODEM TER UM FUNDO DE VERDADE!

por Eddie Van Feu




Continuando a pesquisar superstições, podemos  olhá-las do ponto de vista de sua origem e do ponto de vista mágico! E a partir daí podemos deduzir quais fazem sentido e quais são apenas falácias de desocupados.

Moça que varre bem a casa casará com homem bonito

Essa daí foi inventada por mães preocupadas em desencalhar suas filhas, destino certo se estas não fossem prendadas nas tarefas do lar.

Bater três vezes na cabeça do gago com uma colher de pau cura gagueira

Não faz sentindo nenhum, misticamente falando. É provável que o gago fique tão nervoso com essa agressão que acabe dando uma surra no agressor. Enquanto ele estiver ocupado batendo no outro, a gagueira nem será percebida.

Coar café em meia usada pelo namorado dá em casamento

Desde que ele nem a saúde pública descubram. Essa superstição de origina de antigas magias de amarração. Como sempre digo, magias de amarração devem ser evitadas, pois mexem com o livre arbítrio do outro.

Cura-se o soluço bebendo a água em que se pôs uma faca

Essa faz sentido do ponto de vista mágico. A água recebe facilmente influências e intenções. Se a intenção é interromper o soluço, a faca funciona como um potencializador da intenção.





Derramar água na mesa do almoço ou jantar festivo atrai felicidade para os donos da casa

Essa provavelmente foi inventada por visitas desastradas, mas é comum que tudo o que é derramado seja um sinal de fartura e prosperidade numa casa, especialmente açúcar e água. Já o sal é sinal de perigos a vista.

Pôr sal no fogo faz com que a visita maçante se retire logo

O sal é um instrumento de purificação. Assim como a vassoura, ele não espanta simplesmente uma visita mala, mas espanta coisas negativas (isso inclui visitas, desde que sejam realmente negativas e não apenas chatinhas).

Virar as cadeiras de pernas para o ar faz com que a visita maçante se retire logo

Isso só funciona com garçons tentando ir pra casa depois das duas da manhã e que precisam se livrar dos últimos clientes sem noção de tempo ou realidade.



Se na hora do jantar uma aranha descer pelo fio, sobre a mesa, é sinal de esperança e felicidade

Aranhas são símbolos de planejamento e boa sorte, o que torna essa superstição válida do ponto de vista mágico.




Ter em casa ferradura(usada) atrai boa sorte

Essa vem da tradição cigana, que considera o cavalo o melhor amigo do cigano e símbolo de trabalho e lealdade. Faz sentido do ponto de vista místico pelo seu forte simbolismo.

Trevo de quatro folhas dá boa sorte

Não só o trevo de quatro folhas, mas o de três também, trazem muita sorte para quem o traz e para o lar. O de quatro folhas atrai o equilíbrio dos quatro elementos e quatro pontos cardeais, enquanto o de três trabalha com a Tríplice Deusa e a Santíssima Trindade, sendo um símbolo da divindade.

A presença de borboleta dentro de casa atrai felicidade

Procede e funciona. A borboleta é símbolo de renovação, leveza, graça, beleza, transmutação e renascimento, além de alegria. Também indica presença de fadas. Isso também vale para suas representações.

Contar história mentirosa durante o dia faz criar rabo

Essa é outra criada por mães preocupadas que não queriam que seus filhos fossem mentirosos. Infelizmente, essa não tem nenhum fundo de verdade mística. Uma pena, pois seria ótimo ver políticos com seus enormes rabos presos por aí!



Um comentário:

  1. Esse conhecimento das origens das superstições é muito bom para separarmos o que serve e o que não serve. Potencializar o que serve e desapegar do resto.
    Bora fazer isso com pessoas e objetos também ? Classificá-los de acordo com sua função e necessidade, por exemplo ? Perdeu a função ?... Tchauzinhoooo.

    ResponderExcluir