terça-feira, 18 de dezembro de 2012

BOOOOOA TARDE, LOBOS!

Abre a rodinha, que estou chegando.


por Nanael Soulbain
Caríssimos, tenho uma notícia medonha para vocês. O príncipe consorte (e põe sorte nisso!) Renato da Ilha do Destino, me convidou para integrar a trupe de escribas deste blog.

O Hotmail até que tentou poupá-los da tragédia, mas sou blogueiros do bloggeer e foi fácil acrescer uma conta de e-mail.

Haverá um recesso, que respeitarei, mas não os deixarei sem conteúdo no primeiro dia. Deixo-lhes duas cousinhas;
  • Primeiro, minha indignação com a enorme perda de tempo da imprensa, com a (falta da) lingerie de Anne Hathaway, flagrada linda e garbosa, saindo de um baita carrão para uma festa. Parece que a parcela brasileira dos chacais só a deixou mais quieta, por causa do Corinthians. Se falta do que fazer fosse dinheiro, eles poderiam viver só disso, sem azucrinar nossos sentidos.
  • Segundo, lembrei de um exercício simples, que fiz pela primeira vez há uns anos, e chamei de "Respiração Solar", que descreverei no próximo parágrafo. É grátis, não requer nem mesmo roupa, desde que estejas em recinto particular.

Fique diante do sol, quando for bem cedo, mas não tão cedo que ainda esteja escuro, é claro! Dã! Comece sentindo o tênue calor da aurora precoce banhar teu corpo, um pouco antes de o mesmo aquecer. Vire e espere mais um pouco. Volte a ficar de frente e comece a respirar, lenta e metodicamente. Faça com que a pele também comece a respirar. ela já faz isso, normalmente, mas agora a respiração cutânea erá consciente. Não é difícil, basta que queira que ela respire, e ela começará a respirar a luz solar.

Quando essa respiração já for natural, não leva mais do que dez minutos, comece a interiorizar cada vez mais a luz respirada, até sentir os órgãos internos fazendo o mesmo. Tudo com calma. Ninguém vai poder te chamar de maluco, porque parecerá apenas mais um praticante de alguma meditação da moda. Mas se disseres que estás respirando luz, a cousa complica, então tenha discrição.

 No segundo ou terceiro dia em que o fizeres, já poderás tentar direcionar a luz respirada para algum local específico. Os resultados que obitive foram bons, na época em que eu não acordava muito antes do sol, para ir trabalhar.

No começo, podes sentir alguma tontura, como se fosse hiper ventilação, mas passa. Os efeitos vão desde a maior calma, até alívio de alguma dor. A memória também teve um discreto incremento.

Não o fiz, mas creio piamente que um ritual específico para o sol, possa ser muito potencializado com esta prática. Na dúvida, foque apenas o fortalecimento os chakras, o que por si só já beneficia todos os corpos, e afugenta as sombras mal intencionadas.

Bem, por hoje é só, velhinho, depois do recesso tem mais, ou a qualquer momento, no plantão Roubo Repórter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário