domingo, 27 de novembro de 2011

Amuletos e Talismãs

Por Michel Shahin

Olá Lobos e Lobas, sejam todos bem vindos, estava sumido, por que não sei mexer com html, finalmente aprendi, confesso que estou tenso, estou tremendo, meu DIU está na cabeça, mas vai dar tudo certo, assim espero! Escrever para o Alcatéia esta sendo uma experiência que vale a pena. No começo me senti um invasor, mas depois comecei a perceber que tinha um espaço dentro do espaço de outro alguém, me identifiquei. O blog tem como característica a variedade, o lado mais divertido e cômico, com assuntos bem diversos, apareci ali para "pincelar" uma cor de poesia, digamos assim.


Hoje vim falar sobre Amuletos e Talismãs, que é o tema que estou estudando atualmente, e estou adorando aprender sobre esses artefatos.



Amuletos e talismãs vêm sendo utilizados há séculos pelo homem, em várias religiões e panteões diferentes. Você vai aprender a confeccionar seu próprio amuleto ou talismã, com uma seleção de poderosos símbolos, patuás e outros objetos mágicos que eu selecionei à dedo para vocês. E você, caro leitor, me pergunta: 'Mas Michel, seu maluco, por que ensinar a fazer esses artefatos se eu posso comprar pronto, não é melhor você partir para os rituais?'. Eu fiz essa mesma pergunta, quando esse conhecimento se abriu pra mim, e me surpreendi com redondo e sonoro 'NÃO' que recebi. Calma que o maluco te explica o por que.
Nós trabalhamos muito dentro de rituais, os artefatos, eles facilitam nosso trabalho tanto dentro dos rituais como fora deles, imagina só: Você está dentro no seu local de trabalho, e de repente você sente uma energia estranha, começa a dar calor, dor de cabeça, você começa a ter pensamentos confusos, seu trabalho não está rendendo, falta de ar, ou seja, você sente que está sendo macumbado naquele momento. O escritório tá tumultuado, está numa quarta-feira e a lua tá fora de curso. Você não tem como fazer um ritual imediato, mas você tem um problema urgente, você vai ter que recorrer à um artefato, na hora que o bicho pega, você vai ter q correr para algo pronto, algo pratico, devidamente consagrado e encantado.
"Como o tema é amplo, e eu quero passar TUDO o que sei sobre o tema. Valhe à pena saber, é um conhecimento bacana, vocês vão se divertir, vou falar sobre patuás, carrancas, simbolos de poder, alfabetos antigos, cristais, amuletos, pantáculos e a macabra 'Mão da Glória'. Com post's SEMANAIS (vou fazer o possivel) vocês vão se aventurando comigo, com texto simples e bem humorado, e com certeza, tirar muitas dúvidas! Positivo operante, e lá vamos nós!"


Alguns tipos de Amuletos e Talismãs

- Patuás: Um patuá é uma espécie de sachê de ervas, uma pequena “bolsinha mágica”. Saquinhos de pano (também existem patuás de couro) contendo componentes mágicos costurados dentro. Geralmente são feitos com ervas, sementes, imagens e símbolos.
- Símbolos:São imagens desenhadas e consagradas para os mais diversos fins. Os símbolos podem ser gravados em diversos materiais (papel, metal, madeira, couro, etc.).
- Imagens:Podem ser representações de Deuses ou animais, consagradas geralmente para proteger contra algum mal. Em algumas lojas esotéricas é possível encontrar imagens pequeninas de santos, feitas em metal. Na magia popular cristã algumas pessoas usam esses santinhos de metal dentro de patuás.
- Jóias: Jóias podem ser consagradas para servirem como amuletos ou talismãs. Feitas geralmente de metais e pedras específicas para uma finalidade mágica especial. Algumas jóias também trazem símbolos mágicos gravados.
- Concentradores fluídicos: Geralmente os concentradores fluídicos são amuletos de proteção, pois muitos absorvem as energias negativas para si e evitam que elas atinjam a pessoa. Funcionam como escudos contra energias nocivas, pára-raios energéticos. São feitos principalmente de ervas (Ex: bulbo de cebola berrante, alho, cebola, etc.).

Mão na massa! Hora das receitas do dia, anota aí!

Talismã do Deus Marte - Marte é o deus romano das batalhas e da coragem. Ele pode nos ajudar em batalhas diárias, judiciais, financeiras, inimigos, calúnias, etc. Também pode nos ajudar a ter coragem em momentos em que ela nos falta. Para confeccionar o talismã de Marte, arranje os seguintes ingredientes: Erva-doce, Hematita(Metal), Pimentas Vermelhas, Pregos de Ferro, Um raminho de Milefólio (mil folhas) e Urtiga. Coloque todos os ingredientes acima em uma sacolinha de pano virgem vermelho. Depois amarre o saquinho com uma fita de cetim vermelho e carregue-o consigo quando estiver precisando da ajuda de Marte. Esse talismã deve ser feito durante uma terça-feira.
Amuleto para defender-se contra Magia Negra - Para confeccionar este amuleto arranje um dente de alho, uma agulha e um paninho vermelho. Enfie a agulha no meio do dente de alho, depois costure tudo dentro do saquinho vermelho. Este amuleto deve ser levado sempre com você em sua bolsa. O alho absorve as vibrações negativas de magia negra e evita que elas lhe atinjam.
Amuleto da “Sálvia e Tília” - Este amuleto deve ser feito para proteger um relacionamento contra males e inveja. Para fazê-lo você precisará de uma folha de sálvia, um pouco de perfume ou essência de tília, um papel virgem de cor branca, uma caneta e um cadarço de sapato (pode ser de um dos dois amantes). Você deve escrever os nomes (o seu e o de seu parceiro ou parceira) no papel e colocar a folha de sálvia por cima. Depois disso borrife um pouco do perfume de tília sobre a folha com os nomes e amarre tudo com o cadarço, formando uma trouxa. Enquanto amarra o cadarço, fale: “Assim como as abelhas são atraídas pelo aroma da sálvia e da tília, seu coração é atraído pelo meu.”O amuleto deve ser guardado em um lugar seguro e longe dos olhares de curiosos, não permita que ninguém toque.
Saquinho do Dinheiro - Este talismã deve ser feito durante um domingo. Arranje três paus de canela (cada um do tamanho do seu dedo polegar), três cravinhos da índia e sal grosso. Coloque todos esses ingredientes dentro de um saquinho de pano amarelo. Consagre este talismã aos Deuses da boa fortuna.


Em tempo - Aviso aos iniciantes (E alguns iniciados, por que é sempre bom lembrar!)

Antes de sair preparando amuletos e talismãs é bom saber que eles são compostos por "elementos mágicos" dotados de energias (tais elementos podem ser ervas, metais, símbolos, etc.), influências astrológicas e divinas. A criação e confecção de um amuleto ou talismã podem ser fundamentadas em influências astrológicas, de divindades (ou entidades), energias pessoais ou combinação desses poderes. Também é importante lembrar que não é apenas o objeto em si que possui a essência mágica, para que ele seja carregado junto com você é preciso "Desperta-lo" (algo que ative a energia mágica "dormente" do objeto) que varia de tradição e artefato. Estes objetos mágicos variam desde os mais simples (símbolos desenhados em papel) até os mais requintados (que usam materiais como ouro, prata, pedras e outros materiais nobres).

Bem, é isso. Espero que tenham gostado, amanhã postarei novos amuletos e mais dicas mágicas. Surgindo dúvidas, sugestões de proximo post, críticas, poste nos comentários ou manda um e-mail para: micheeel@live.com .

Até mais!!


...Retorno ao blog em alto estilo executado com sucesso!





Nenhum comentário:

Postar um comentário